FIRE FOR NATIONS International Ministries 
ESTUDOS BÍBLICOS
ESTUDOS BÍBLICOS

A Importância da Paternidade Espiritual

I CORÍNTIOS 4:14-21

Na carta de Paulo aos Coríntios especialmente nesse capítulo, Paulo trata os membros da igreja como filhos amados e apresenta-se como pai espiritual exemplar.
Você pode não ser um pai biológico, mas você pode ser um pai espiritual de multidões em Cristo Jesus.
A nossa grande necessidade como igreja hoje, é que cada membro possa tornar-se pai e mãe espiritual de muitas pessoas em Cristo.
Queremos ser uma igreja de pais que amem, acolham e cuidem bem dos seus filhos espirituais.

1 – O PAI ESPIRITUAL É AQUELE QUE GERA O FILHO EM CRISTO (I Cor. 4:15)
a) Paulo diz: “Vocês podem ter muitos mestres que ensinam vocês, porém, só tem um Pai. É uma relação estreita, sentimental, familiar e íntima, de coração e alma. Eu sou o pai de vocês! Eu gerei vocês!”.
b) Há pais que geram filhos mas não cuidam deles. Não basta ser pai biológico. Não basta gerar filhos. Um pai espiritual é aquele que ama os seus filhos e por isso transmiti-lhe com amor e carinho o legado da fé verdadeira. 

EXEMPLO: Josué e seus amigos não transmitiram a fé a seus filhos (juízes 2:6-11).
- Lóide e sua filha Eunice, transmitiram a verdadeira fé a Timóteo (II Tim. 1:5).
c) Há pais que não geram biologicamente, mas cuidam bem, esses são pais de grande valor.  Tem filhos não do ventre, mas do coração. Essa relação é tão profunda e gloriosa que o próprio Deus nos amou nos adotou e nos recebeu como filhos do seu coração.
d) Os pais devem gerar filhos duas vezes: física e espiritualmente. Dar aos filhos não apenas uma criação responsável, mas também levá-los à salvação em Cristo Jesus. Fazer do filho não apenas um cidadão de bem, mas um cidadão do céu.
e) Assim como Paulo, mesmo que você não possa gerar filhos biológicos, você pode gerar muitos no reino do céu para a glória de Deus.

2 - O PAI ESPIRITUAL É AQUELE QUE DÁ EXEMPLO AOS FILHOS (I Cor. 4:16).
a) Nós ensinamos nossos filhos não apenas pelo que dizemos, mas  sobretudo, pelo que nós fazemos. Os filhos aprendem primeiro pelo exemplo, depois pela doutrina.
b) O exemplo não é apenas uma forma de ensinar, mas a única forma eficaz. Paulo era exemplo para seus filhos, eles poderiam imitá-lo porque ele imitava a Cristo. (I Cor. 11:1).
c) Um pai espiritual é como um espelho: Não fala, demonstra, não grita, revela. Um bom exemplo vale mais do que mil palavras. Um pai espiritual ensina pelo exemplo.
d) Vivemos uma inversão de valores nessa sociedade pós-moderna. Coisas valem mais do que pessoas. Desempenho vale mais do que dignidade. Carisma vale mais do que caráter. Sucesso vale mais que família. Para nós uma vida vale mais do que o mundo todo.  A função dos pais não é dar o que os filhos pedem, mas o que precisam.
EXEMPLO: O sacerdote Eli amou mais os filhos do que a Deus;  Por isso não os corrigiu, e porque não os corrigiu os perdeu... (I Sam. 2:29-33).
e) O pais espirituais ensinam os filhos pelo exemplo de vida de oração, comunhão, santidade, integridade e humildade com Deus. Ensinar no caminho é andar junto, é ser referencial, é servir de modelo. (Deut. 6:4-9).

3 -  UM PAI ESPIRITUAL É AQUELE QUE CORRIGE OS FILHOS (I Cor. 4: 14, 15, 21)
a) Somente aqueles que são pais espirituais tem plena autoridade para confrontar e corrigir os filhos – foi isso que Paulo fez.
b) Pais espirituais são conselheiros, amigos íntimos, parceiros de oração. Desenvolvem comunhão e discipulado profundo.
c) Um pai espiritual precisa conhecer bem a Palavra de Deus, para ensiná-la com segurança e vivê-la para influenciar positivamente seus filhos na fé.
d) Quem ama disciplina, o amor responsável estabelece limites; filhos sem disciplina são inseguros, confusos e irresponsáveis – (Heb. 12:4-11). É melhor ver os filhos chorando um pouco do que vê-los destruídos por toda a vida e por toda a eternidade – disciplinar é discipular corretamente.
e) Um pai espiritual não humilha seus filhos em particular ou em público; ensina-os com firmeza e os corrige com doçura. Ele celebra com os filhos suas vitórias e chora com eles suas tristezas. Sabem dizer Sim e também Não.

4 – O PAI ESPIRITUAL É AQUELE QUE AMA E CUIDA BEM DE SEUS FILHOS (I COR. 4: 19,21)
a) O pai espiritual dá muito carinho aos filhos. O mesmo pai que disciplina é o que pega os filhos no colo, usa a vara e também ministra amor, bondade, mansidão e domínio próprio.
b) Quando há disciplina sem carinho, cria-se filhos revoltados e amargurados. Quando há carinho sem disciplina, cria-se filhos mimados e imaturos. Disciplina sem amor é brutalidade, amor sem disciplina é irresponsabilidade. O pai espiritual sabe dosar correção com encorajamento.
c) O pai espiritual passa corretamente o legado da fé para seus filhos (Salmos 78: 3-7). Pais espirituais são a base do discipulado para nossa cura, proteção e frutificação.
d) O pai espiritual ama seus filhos e por isso quer estar sempre perto deles; verbalizando o seu amor, dedicando-lhes tempo de qualidade, procurando agradá-los, cuidando deles e demonstrando em todo temo o amor de Deus.
e) Amor e cuidado são a marca do verdadeiro pai espiritual para com seus filhos. EXEMPLO: O pai do filho pródigo (Luc.15: 11-31).

CONCLUSÃO
Queremos ser uma igreja onde cada membro seja um pai espiritual; pais que investem tempo com seus filhos, que sejam exemplos e modelos para seus discípulos; pais que como bons discipuladores levam seus filhos a serem parecidos com o Senhor Jesus Cristo; e assim possamos encher esta cidade do conhecimento da glória de Deus como as águas cobrem o mar. 

 

Translate to English Translate to Spanish Translate to French Translate to German Google-Translate-Portuguese to Italian Translate to Russian Translate to Chinese Translate to Japanese




Partilhe este Site...






Total de visitas: 48563